No dia 07 de Junho de 2011, mais de 30 mil brasileiros se despediram de um dos maiores jogadores da história do futebol: Ronaldo Nazario, o fenômeno brasileiro, craque nos gramados fez sua última participação na seleção brasileira no amistoso contra a Romênia, quando entrou em campo apenas nos últimos 15 minutos do primeiro tempo. Ele desperdiçou 3 boas chances de marcar seu último gol pelo Brasil, mas foi assim mesmo ovacionado pelos torcedores. 

Ronaldo sempre foi diferente: além de muito habilidoso e rápido, ele sabia jogar sem a bola. Se movimentava bem e driblava os adversários com o corpo, se posicionando com maestria para receber o passe e fazer o que de melhor fazia: gols. Mas essas são só algumas das muitas razões pelas quais Ronaldo é tão querido pelos brasileiros e, pra mim, o único Ídolo do futebol. Além de suas qualidades inegáveis dentro de campo, Ronaldo conquista as pessoas pela sua simplicidade, seu sorriso franco e a falta completa de arrogância. Não conseguimos ver uma atitude que transpareça o mínimo de desprezo por outras pessoas, sejam fãs, repórteres ou colegas de trabalho.

Mas o que mais impressiona nele é a determinação, a força de vontade e a paixão pelo futebol que ele demonstrou ao longo da carreira, características que o torna exemplo para os brasileiros. Em 2000 Ronaldo sofreu uma séria lesão no joelho direito, o que para muitos o tiraria dos campos para sempre. Ele superou os problemas e liderou o Brasil ao pentacampeonato na Copa de 2002, surpreendendo muitos e chegando ao seu terceiro título de Melhor Jogador do Mundo. Superação é a sua palavra.

E eu estava lá, para finalmente ver os últimos 15 minutos do meu único Ídolo. E só fui ao estádio porque, ao meio dia da terça feira, meu pai conseguiu os ingressos de brinde e me chamou (Muito Obrigado Pai!!). Vimos um Brasil apático, contra uma seleção fraca, mas curtimos os 15 minutos de Ronaldo em campo como num jogo de campeonato. Pude, ao menos uma vez, torcer por um gol dele, que não aconteceu por muito pouco.

Não faz mal, o dia fica na minha memória e nas fotos e vídeos que registrei.
Obrigado Ronaldo!!

PS.: Atenção ao grito de “Puta que pariu, eu não acredito!!” do meu pai no primeiro vídeo!!! hahahaha

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!
.
.
.

Anúncios