Filmes


O Exterminador do Futuro (1984)
Diretor: James Cameron
Roteiro: James Cameron e Gale Anne Hurd
Crítica e maiores informações no Cinema e Debate
Sinopse:
“Num futuro próximo, a guerra entre humanos e máquinas foi deflagrada. Com a tecnologia a seu dispor, um plano inusitado é arquitetado pelas máquinas ao enviar para o passado um andróide (Arnold Schwarzenegger) com a missão de matar a mãe (Linda Hamilton) daquele que viria a se transformar num líder e seu pior inimigo. Contudo, os humanos também conseguem enviar um representante (Michael Biehn) para proteger a mulher e tentar garantir o futuro da humanidade.”

Depois de tanto tempo, finalmente assisti o filme, que realmente surpreende e não é apenas ação. É inteligente e intrigante. Existe um suspense e possui vários “flashbacks”, que na verdade  são os acontecimentos do futuro que forçaram os humanos e os robôs a enviarem representantes ao passado. Idéia muito interessante e bem trabalhada. Apenas uma crítica: No segundo filme, Schwarzenegger é muito melhor, representando o Exterminador de forma mais correta, bem durão. Neste primeiro filme, ele “solta o corpo” em alguns momentos, o que tira o aspecto de robô.

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

  

Anúncios

Disque M Para Matar (1954)
Diretor: Alfred Hitchcock
Roteiro: Frederick Knott
Crítica e maiores informações no Cinema e Debate
Sinopse: “Em Londres, um ex-tenista profissional decide matar sua mulher, para poder herdar seu dinheiro e também como vingança por ela ter tido um affair um ano antes, com um escritor que vivia nos Estados Unidos mas que no momento está na cidade. Ele chantageia um colega de faculdade para estrangulá-la, dando a entender que o crime teria sido cometido por um ladrão. Mas quando algo sai muito errado, ele vê uma maneira de dar um rumo aos acontecimentos em proveito próprio.”

Incrível este filme… Completo, com roteiro, direção e atuações excepcionais… Suspense, mistério e reviravoltas nos moldes Agatha Christie, muito melhor que Festim Diabólico e muito mais inteligente. Aqui o suspense funciona em diversas cenas e com muito mais intensidade do que no outro filme. Fiquei tenso desde quando o plano se inicia, com a saída para a festa, até o final do filme. Hitchcock realmente sabe fazer suspense!

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

  

Touro Indomável (1980)
Diretor: Martin Scorsese
Roteiro: Paul Schrader e Mardik Martin, baseado no livro de Jake LaMotta, Joseph Carter e Peter Savage.
Crítica e maiores informações no Cinema e Debate
Sinopse: “O pugilista peso-médio Jake LaMotta (Robert De Niro), chamado de “o touro do Bronx”, sobe na carreira com a mesma rapidez com que sua vida particular se degrada, graças ao seu temperamento violento e possessivo.”

Ótimo filme com um roteiro muito simples mas muito bem definido. Apesar disso, o destaque vai para Robert De Niro, que com uma das melhores atuações que eu já vi, rouba qualquer brilho de roteirista e diretor. Não preciso nem ver outro filme do ano pra saber que ele mereceu o Oscar… Engordar 30kg? Improvisar diversas falas? Chorar daquele jeito? Virei fã do De Niro depois de ver esse filme… Espetáculo de atuação…

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!
.

.

  

Já citei aqui o Ilha de Lost, um blog criado por  por Amanda Barrionuevo, Roberto Siqueira e Thiago Barrionuevo. Inicialmente a idéia era apenas abrir um espaço para boas discussões sobre diversos assuntos, sempre com vários pontos de vista. Por motivos diversos o projeto não andou, mas agora, retomamos com força total.

O Ilha de Lost será um site de Entretenimento, juntando as paixões de cada um dos seus criadores. Categorias como Séries, Filmes, Livros, Jogos e Música, além de assuntos polêmicos discutidos entre nós, com abertura para perguntas e opiniões dos nossos leitores.

Confiram o site, comentem, discutam e nos ajudem a transformar o Ilha de Lost numa opção inteligente de leitura e debate. Mãos à obra e sigam-nos em @IlhadeLost !

 

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!
.
.

  

Batman Begins (2005)
Diretor: Christopher Nolan
Roteiro: David S. Goyer e Christopher Nolan.
Sinopse: “Marcado pelo assassinato de seus pais quando ainda era criança, o milionário Bruce Wayne (Christian Bale) decide viajar pelo mundo em busca de encontrar meios que lhe permitam combater a injustiça e provocar medo em seus adversários. Após retornar a Gotham City, sua cidade-natal, ele idealiza seu alter-ego: Batman, um justiceiro mascarado que usa força, inteligência e um arsenal tecnológico para combater o crime.”

Como não sou fã de histórias de super-heróis, me surpreendi com a qualidade do roteiro e a forma como a história prende, fazendo o espectador acreditar que é realmente possível existir um justiceiro como o Batman. Outra surpresa agradável foi ver o bom e velho Morgan Freeman, sempre perfeito em seus papéis de homem calmo e sábio. Um bom filme que faz você querer assistir a continuação.

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

 

Marley e Eu (302 páginas)
John Grogan
Leia mais em
Intelecto Digital
Sinopse: “Através de uma narrativa em primeira pessoa, John Grogan relata a história real de seu cachorro da raça labrador americano chamado Marley e sua participação durante treze anos na sua vida.”
Muito bom livro que só veio para me fazer gostar ainda mais de cachorros e confirmar o que digo sobre a lealdade deles. Um livro com um final real, sem contos de fadas em que o choro e a tristeza estão presentes, porém em muito menor escala do que os risos e os momentos felizes, como deve ser a vida.

Direção: David Frankel
Roteiro: Scott Frank e Don Roos
Leia mais em Cinema e Debate
O filme mudou algumas coisas na história, o que achei sem necessidade. De qualquer forma, é um bom filme para os preguiçosos (que não lêem livros) e para os curiosos (como eu, que queria saber como fariam para representar o Marley como descrito no livro). Vi nos extras do DVD, que eles usaram 22 cachorros diferentes durante as filmagens, todos representando o Marley… Incrível o que os adestradores conseguem…

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

 

Festim Diabólico (1973)
Diretor: Alfred Hitchcock
Crítica e maiores informações no Cinema & Debate
Roteiro: Hume Cronyn e Arthur Laurents, baseado em peça de Patrick Hamilton.
Sinopse: “Na cidade de Nova York, Brandon e Phillip assassinam seu amigo David, por considerarem-se superiormente intelectuais em relação a ele. Com toda a frieza e arrogância, resolvem provar para eles mesmos sua habilidade e esperteza: esconderão o cadáver em um grande baú, que servirá como mesa e estará exposto no meio da sala de estar do apartamento deles, durante uma festa que realizarão logo em seguida. Baseado em uma história real.”

Ótimo filme. Nos primeiros minutos já percebemos como Hitchcock é diferenciado. Mesmo sendo filmado em somente um ambiente e com poucos personagens, consegue ser um filme dinâmico pelas cenas longas e sem cortes e os diálogos muito elaborados e inteligentes. O suspense é bom, com alguns momentos dignos de Agatha Christie, mas forçado em outros momentos, o que me decepcionou um pouco pela expectativa que havia criado.

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

Próxima Página »