Livros


Já citei aqui o Ilha de Lost, um blog criado por  por Amanda Barrionuevo, Roberto Siqueira e Thiago Barrionuevo. Inicialmente a idéia era apenas abrir um espaço para boas discussões sobre diversos assuntos, sempre com vários pontos de vista. Por motivos diversos o projeto não andou, mas agora, retomamos com força total.

O Ilha de Lost será um site de Entretenimento, juntando as paixões de cada um dos seus criadores. Categorias como Séries, Filmes, Livros, Jogos e Música, além de assuntos polêmicos discutidos entre nós, com abertura para perguntas e opiniões dos nossos leitores.

Confiram o site, comentem, discutam e nos ajudem a transformar o Ilha de Lost numa opção inteligente de leitura e debate. Mãos à obra e sigam-nos em @IlhadeLost !

 

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!
.
.

  

Anúncios

Marley e Eu (302 páginas)
John Grogan
Leia mais em
Intelecto Digital
Sinopse: “Através de uma narrativa em primeira pessoa, John Grogan relata a história real de seu cachorro da raça labrador americano chamado Marley e sua participação durante treze anos na sua vida.”
Muito bom livro que só veio para me fazer gostar ainda mais de cachorros e confirmar o que digo sobre a lealdade deles. Um livro com um final real, sem contos de fadas em que o choro e a tristeza estão presentes, porém em muito menor escala do que os risos e os momentos felizes, como deve ser a vida.

Direção: David Frankel
Roteiro: Scott Frank e Don Roos
Leia mais em Cinema e Debate
O filme mudou algumas coisas na história, o que achei sem necessidade. De qualquer forma, é um bom filme para os preguiçosos (que não lêem livros) e para os curiosos (como eu, que queria saber como fariam para representar o Marley como descrito no livro). Vi nos extras do DVD, que eles usaram 22 cachorros diferentes durante as filmagens, todos representando o Marley… Incrível o que os adestradores conseguem…

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

 

A Menina Que Brincava com Fogo (608 páginas)
Stieg Larsson
Leia mais em Intelecto Digital
Sinopse: “Lisbeth parece uma garota frágil, mas é uma mulher determinada, ardilosa, perita tanto nas artimanhas da ciberpirataria quanto nas táticas do pugilismo. Mikael Blomkvist pode parecer apenas um jornalista em busca de um furo, mas no fundo é um investigador obstinado em desenterrar os crimes obscuros da sociedade sueca, sejam os cometidos por repórteres sensacionalistas, sejam os praticados por magistrados corruptos ou ainda aqueles perpetrados por lobos em pele de cordeiro. Um destes, o tutor de Lisbeth, foi morto a tiros. Na mesma noite, contudo, dois cordeiros também foram assassinados – um jornalista e uma criminologista que estavam prestes a denunciar uma rede de tráfico de mulheres. A arma usada nos crimes não só foi a mesma como nela foram encontradas as impressões digitais de Lisbeth. Procurada por triplo homicídio, a moça desaparece. Mikael sabe que ela apenas está esperando o momento certo para provar que não é culpada e fazer justiça a seu modo. Mas ele também sabe que precisa encontrá-la o mais rapidamente possível, pois mesmo uma jovem tão talentosa pode deparar-se com inimigos muito mais formidáveis, e que, se a polícia ou os bandidos a acharem primeiro, o resultado pode ser funesto, para ambos os lados.”

Muito bom livro, do começo ao fim, com uma pequena exceção de um parágrafo a poucas páginas do final. Este parágrafo específico me fez perder um pouco o “encanto” pelo livro, mas não atrapalhou para dizer que é realmente muito bom e extremamente inteligente. Não dá pra parar de ler. Estou ansioso para ler o próximo.

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.


 

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres (524 páginas)
Stieg Larsson
Leia mais em Intelecto Digital

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres (2009)
Direção: Niels Arden Oplev
Roteiro: Rasmus Heisterberg e Nikolaj Arcel

Sinopse: “Harriet Vanger desapareceu 36 anos atrás sem deixar pistas na ilha de Hedeby, um local que é quase propriedade exclusiva da poderosa família Vanger. Apesar da longa investigação policial a jovem de 16 anos nunca foi encontrada. Mesmo depois de tanto tempo seu tio decide continuar as buscas, contratando o jornalista investigativo da revista Millennium, Mikael Blomkvist, que não está em um bom momento  de sua vida, enfrenta um processo por calúnia e difamação. Mas, quando o jornalista se junta a Lisbeth Salander, uma investigadora particular nada usual, incontrolável e anti social, a investigação avança muito além do que todos poderiam imaginar.”

Ótimo livro de investigação jornalística e criminal. Apesar dos momentos de ação serem poucos, a dinâmica entre os personagens e da própria investigação são muito bem desenvolvidas. Cheguei a ler quase 100 páginas numa única noite e parar forçado pelo sono. O filme também foi bem produzido. Apesar do desconforto do idioma (o filme é sueco), o diretor consegue prender a atenção do espectador com uma boa versão da história original. Alguns pontos são alterados: uns necessários e outros que eu particularmente não entendi o motivo. De qualquer forma, o filme é bem fiel à essência da história. Mas como sempre, o livro é melhor.


Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

<!–[if gte mso 9]> <![endif]–><!–[if gte mso 9]> Normal 0 21 false false false PT-BR X-NONE X-NONE <![endif]–><!–[if gte mso 9]> <![endif]–> <!–[endif]–>

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres (524 páginas)
Stieg Larsson
Leia mais em Intelecto Digital

Os Homens Que Não Amavam as Mulheres (2009)
Direção: Niels Arden Oplev
Roteiro: Rasmus Heisterberg e Nikolaj Arcel
Sinopse: Harriet Vanger desapareceu 36 anos atrás sem deixar pistas na ilha de Hedeby, um local que é quase propriedade exclusiva da poderosa família Vanger. Apesar da longa investigação policial a jovem de 16 anos nunca foi encontrada. Mesmo depois de tanto tempo seu tio decide continuar as buscas, contratando o jornalista investigativo da revista Millennium, Mikael Blomkvist, que não está em um bom momento de sua vida, enfrenta um processo por calúnia e difamação. Mas, quando o jornalista se junta a Lisbeth Salander, uma investigadora particular nada usual, incontrolável e anti social, a investigação avança muito além do que todos poderiam imaginar.

Nota 42
Ótimo livro de investigação jornalística e criminal. Apesar dos momentos de ação serem poucos, a dinâmica entre os personagens e da própria investigação são muito bem desenvolvidas. Cheguei a ler quase 100 páginas numa única noite e parar forçado pelo sono. O filme também foi bem produzido. Apesar do desconforto do idioma (o filme é sueco), o diretor consegue prender a atenção do espectador com uma boa versão da história original. Alguns pontos são alterados: uns necessários e outros que eu particularmente não entendi o motivo. De qualquer forma, o filme é bem fiel à essência da história. Mas como sempre, o livro é melhor.

23 - Ler o mais rápido possível

.

A Menina Que Roubava Livros (478 páginas)
Markus Zusak
Leia mais em Intelecto Digital
Sinopse: “A trajetória de Liesel Meminger é contada por uma narradora mórbida, surpreendentemente simpática. Ao perceber que a pequena ladra de livros lhe escapa, a Morte afeiçoa-se à menina e rastreia suas pegadas de 1939 a 1943. Traços de uma sobrevivente: a mãe comunista, perseguida pelo nazismo, envia Liesel e o irmão para o subúrbio pobre de uma cidade alemã, onde um casal se dispõe a adotá-los por dinheiro. O garoto morre no trajeto e é enterrado por um coveiro que deixa cair um livro na neve. É o primeiro de uma série que a menina vai surrupiar ao longo dos anos. O único vínculo com a família é esta obra, que ela ainda não sabe ler. Assombrada por pesadelos, ela compensa o medo e a solidão das noites com a conivência do pai adotivo, um pintor de parede bonachão que lhe dá lições de leitura. Alfabetizada sob vistas grossas da madrasta, Liesel canaliza urgências para a literatura. Em tempos de livros incendiados, ela os furta, ou os lê na biblioteca do prefeito da cidade.”

Bom livro com uma visão interessante e diferente sobre o Nazismo e a Segunda Guerra Mundial: A visão da morte! Bela história contada de forma simples, porém com um estilo de escrita difícil de se acostumar. Não há mistérios, nem suspense, nem reviravoltas. A morte é extremamete direta…

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.

Começando o ano, resolvi comentar aqui sobre os livros que leio. A idéia é dar informações básicas como título, autor e sinopse, além de dar minha nota e fazer um rápido comentário.

Portanto, seguem os livros de 2010.

O Turno da Noite – Revelações (336 páginas)
O Turno da Noite – O Livro de Jó (392 páginas)
André Vianco
Sinopse:
“O turno da noite surgiu para agitar o submundo. Quatro vampiros recém-trazidos para a vida noturna são atraídos por um vampiro ancião que vive em São Paulo. Ignácio oferece proteção e ensinamentos para os novatos em troca de suas habilidades para lutar contra o crime organizado. Uma mistura explosiva que vai sacudir a cidade e mergulhar o leitor em suspense, ação e mistério. Vampiros, lobisomens e anjos se misturam num conflito onde não sabemos ao certo quem é herói e quem é bandido. Compre seu bilhete, tome seu lugar, “O Turno da Noite” vai zarpar para uma viagem inesquecível.”

 Livros espetaculares sequências da série Os Sete do autor brasileiro André Vianco. Nada de vampiros apaixonados que praticamente brilham ao sol. Em histórias pelo Brasil, os vampiros mostram sua real natureza. Uma dica: se ler à noite, feche as portas e janelas antes… O medo e a sensação de perigo é constante…

Leia mais no Intelecto Digital, clicando aqui!

A Cabana (236 páginas)
Willian P. Young
Sinopse: “A filha mais nova de Mackenzie Allen Philip foi raptada durante as férias em família e há evidências de que ela foi brutalmente assassinada e abandonada numa cabana. Quatro anos mais tarde, Mack recebe uma nota suspeita, aparentemente vinda de Deus, convidando-o para voltar àquela cabana para passar o fim de semana. Ignorando alertas de que poderia ser uma cilada, ele segue numa tarde de inverno e volta ao cenário de seu pior pesadelo. O que encontra lá muda sua vida para sempre. Num mundo em que religião parece tornar-se irrelevante, “A Cabana” invoca a pergunta: “Se Deus é tão poderoso e tão cheio de amor, por que não faz nada para amenizar a dor e o sofrimento do mundo?” As respostas encontradas por Mack surpreenderão você e, provavelmente, o transformarão tanto quanto ele.”

Quem espera uma super história de suspense, pode se d ecepcionar. Mas quem lê com a mente aberta, terá em suas mãos um ótimo livro, surpreendentemente imparcial no que diz respeito à religiões. Em alguns pontos, sugere até uma certa decepção de Deus com as religiões. Um livro obrigatório!

A Casa do Penhasco (176 páginas)
Vera Lúcia Marinzeck de Carvalho
Sinopse: “Roberto, Dinéia e seus filhos, os novos moradores da casa do penhasco, nem sequer imaginavam o perigo que os aguardava naquele lindo lugar, ensolarado… Recém-chegados à cidade atraídos pelo alugel conveniente, ignoravam o motivo terrível que levou os inquilinos anteriores à permanencia tão breve no alto do penhasco. De repente, acontecimentos estranhos e assustadores envolvem o filho mais jovem do casal. A vítima escolhida pelo mal é Henrique, menino de 14 anos. Sentindo-se alvo de perseguição maléfica, invisível aos demais, leva seus pais a procurar ajuda no espiritismo. Livro de aprendizado sobre o mundo espiritual que nos rodeia, no qual sentimentos de angústia, ódio e vingança continuam a atormentar almas aflitas.”

Livro básico para entender um pouco mais sobre a crença espírita através de uma história leve e de escrita fácil e simples. Bom para começar a entender antes de ler livros da Zibia Gaspareto, por exemplo.

Leia mais no Intelecto Digital, clicando aqui!

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

Olá!

Resolvi fazer um “benchcopy”, como diria um amigo, e seguir os exemplos de meus amigos blogueiros postando aqui um balanço de 2010. Como eu já disse antes, tenho vários hobbies para os quais dedico o meu tempo, então vou colocar aqui a lista de todas as séries, jogos e livros que terminei em 2010, independente de já ter escrito ou não sobre eles.

Não incluirei filmes pois não faria uma lista completa, simplesmente por não lembrar de todos os que foram assistidos no ano que passou. Também não estão contemplados na lista os livros, séries e jogos que iniciei mas só finalizarei este ano. Caso algum tenha sido “abandonado” de forma que não pretendo finalizar, como verão que ocorreu com 2 jogos, irei incluir como informação apenas.

Aproveito também para dizer que em 2011 pretendo fazer posts rápidos sobre livros e filmes, apenas para dar minha nota e informações básicas como título, autor, diretores e sinopses.

É isso aí, espero que tenham curtido o Brasil Inteligente em 2010 e possam curtir ainda mais em 2011. Para ler mais sobre as séries, jogos e livros, clique na imagem.

Séries:

Estatísticas: 15 temporadas, totalizando 249 episódios!

Jogos:

Jogos Abandonados:

Livros:

Estatísticas: 4 livros, totalizando 1.140 páginas

Thiago Barrionuevo

da nossa pátria amada, chamada Brasil!!!

.

.